Zéu Pereira

Foto: Sulamita Pinto

Bio

Zéu Pereira nasceu em Santo Amaro da Purificação–BA.

 

Sempre próximo das vertentes artísticas participou do Grupo Faces de Teatro, no qual escreveu e dirigiu as peças “Eu amo Eu” e “Todo Mundo Mente”. Em 2013 idealizou, e desde então faz parte da organização do Recital de Poesia, em Santo Amaro, espaço aberto para poesia e música, já tendo sido realizadas mais de doze edições do evento.

 

É idealizador do Programa Alternativo, na radio comunitária Regional FM, no qual apresenta o cenário independente da música brasileira e tem um toque poético pela recitação de poesias.

 

Zéu Pereira, além de ter participado do Projeto Pé de Poesia, já teve suas poesias veiculadas em revistas digitais e impressas como a Arte Brasileira, Entreverbo e Gente de Palavra. O poeta está em fase de produção do seu primeiro livro de poesia, “Partículas”, e vem participando de atividades em escolas, projetos e apresentações em bibliotecas, faculdades, entre outros.

Produção Literária

Cabeleira

…E a constante lembrança de Carlos Augusto.

 

Mais que um estilo negado,

Ele é cotidianamente desfigurado

Por um padrão que não o encaixa.

 

Às vezes o patrão faz-se de rogado

E inventa não estar alinhado

A sua cabeleira e ele não cortava.

 

O chamado cabelo a dar com pau

E por causa do tal quererão dar-lhe porrada,

Pois o misto: pele preta, cabelo crespo, é fatal

E de maneira imoral, reduz-se o ser a nada.

 

Mais que a representação da cor e poder,

Na verdade está posto o próprio ser

Que se encontra naquele emaranhado.

 

É o conceito antecipado que busca ofender,

Degradar, que intenta fazer florescer

Erva daninha e eternizar o Cristo discriminado.

 

Não há de ser ou ele, ou seu cabelo.

Eles são um, únicos, único, perfeito

E resistir é evitar o absurdo.

Tantos bilhões de pessoas no planeta inteiro,

Tantos milhões de quilômetros no mesmo

E o seu cabelo não cabe no mundo.

Publicações

  • Participação na Revista Arte Brasileira, 6ª edição; Entreverbo meses de nov/dez de 2015 e jan de 2016; Gente de Palavra nº 43, abr 2016.
  • ÁUDIOS:
  • Soneto Risco Áster - https://soundcloud.com/z-u-pereira/soneto-risco-aster-zeu-pereira
  • Da gratuidade do amor - https://soundcloud.com/z-u-pereira/da-gratidade-do-amor

Contato

zeunanet@hotmail.com