Jotacê Freitas

Foto: Walkíria Andrade F.

Bio

Jotacê Freitas é especialista em artes na educação, graduado em pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB.  Em 1993 recebeu o prêmio de melhor ator no III FITAB (Festival Independente de Teatro Amador) integrando o Grupo Teatral Nós-nas-tripas de Senhor do Bonfim. Em 1996 ganhou o primeiro e o terceiro prêmios do concurso de poesia da ACLASB – Academia de Letras e Artes de Senhor do Bonfim. Em 2001 recebeu da Câmara Municipal de Salvador o prêmio de Menção Honrosa no I Concurso de Poesia Falada. Foi o primeiro colocado no Concurso Nacional de Literatura de Cordel realizado pela FUNCEB, em 2005, com o romance Panvermina e Zabalê nas Quebradas do Sertão. Foi vencedor do prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel – Patativa do Assaré, 2011, com o romance O Rei Cego e os Filhos Maus!

Produção Literária

Cordel Concreto

Publicações

  • Versos livres:
  • Poemas ordinários, 1987;
  • Subversos – um roteiro do caos, 1992;
  • Versos livres: Em nome do amor – poema remendado de encomenda pro meu bem, 1993;
  • Poesia pra tudo, 1996 (com Mamute);
  • Umas e outras, 1997;
  • Entrelinhas, 2000; Percepções, 2001.
  • Cordel: Baianices, Baianadas e Baianidades – Sátiras, crônicas e histórias da Terra da Felicidade em versos medidos e rimados. 1ª Ed. Salvador: Vento Leste, 2011.
  • Cordel Político Pedagógico. 1ª Ed. Salvador: Vento Leste, 2014.
  • Mais de 100 folhetos de cordel, entre eles: O jumento que entrou na faculdade!, A mulher que trocou o marido por um computador!, A mijada do baiano derruba concreto armado!, O prazer que o peido dá!, Fui roubado e não dei queixa pois sei que jeito não tem!, Ouvido virou penico nas cidades da Bahia! Homem que mija sentado dá mais prazer à mulher!, A invasão dos Et’s lá em Senhor do Bonfim!.
  • Participações: Viva João Ubaldo Ribeiro e o Povo Brasileiro (EDUFBA), 2015;
  • Histórias do Fundo do Baú (EDUNEB), 2009;
  • Vozes do Ouro (EDUFBA), 2004.

Links

oficinadecordel.blogspot.com

Contato

oficinadecordel@gmail.com