Fabio Shiva

Foto: Sandra Carvalho

Bio

Fabio Lopes Barretto atuou como apresentador-mirim do programa Chão e Paz, exibido inicialmente pela TV Aratu e depois pela TV Itapoan, dos 8 aos 11 anos de idade, até a mudança de sua família de Salvador para o Rio de Janeiro. Aos 12 anos teve sua estreia literária, com a publicação do poema “Terra” na Antologia Poética de Cidades Brasileiras (Ed. Xogum-Arte). Aos 16 anos tornou-se professor de violão da Escola de Música Santa Cecília, no Rio de Janeiro. Participou da banda Imago Mortis como baixista, letrista e coautor das músicas, gravando três CDs: “ImagesFrom The ShadyGallery” (Megahard Records, 1998), “Hamlet” (Diehard Records, 2000), álbum conceitual inspirado na obra de Shakespeare, e “VIDA – The Play ofChange” (Diehard Records, 2002), aclamado pela imprensa especializada como um dos melhores discos de rock pesado lançados no Brasil. Fabio atuou como letrista, baixista e compositor também na banda carioca O Plano. De volta à Bahia, assumiu o baixo dos Mensageiros do Vento, banda que já fez shows com artistas como Charlie Brown Jr., Cidade Negra, Chico César, Diamba, Margareth Menezes e Cascadura e que atualmente está em fase de produção do filme em animação ANUNNAKI – Mensageiros do Vento, projeto aprovado no Edital de Música do Fundo de Cultura e patrocinado pela Secretaria de Cultura da Bahia, onde Fabio atua como roteirista e coautor das músicas. É formado em Relações Públicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), graduando-se com a monografia premiada pela ABRP: “Análise Transacional aplicada às Relações Públicas”. Atuou como Tradutor (inglês e espanhol), Revisor e Ghost-Writer em diversas publicações. Palestrante sobre temas como Racismo, Consciência, Música e Espiritualidade em escolas públicas e eventos diversos.Coordenador da Oficina de Muita Música! – projeto selecionado pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais (Fundo de Cultura da Bahia / SecultBA / Sefaz) – 2016. Produtor Cultural em diversos eventos, com destaque para Trio Pipoca 2012 (com o projeto “MiscigenaSom – Tamima Brasil, Xis e Moreno Veloso”), a Orquestra de Pandeiros Itapuã no Furdunço 2015 e a e a “Sabadeira Musicada”, apresentação mensal da Oficina de Muita Música realizada há mais de dois anos na Casa da Música (SECULT). Responsável pela elaboração do projeto “Orquestra de Pandeiros de Itapuã”, aprovado pelo Fazcultura e patrocinado pelo Programa Conexão Vivo (2012), do projeto “ISSA – Mensageiros do Vento”, aprovado pelo Fazcultura (2013), do projeto “Minha Boneca Preta”, aprovado no Edital de Artes Visuais do Fundo de Cultura. Idealizador e produtor do “Pé de Poesia”, projeto selecionado pelo Edital Arte Todo Dia – Ano II, da Fundação Gregório de Mattos, com a exposição de 600 poesias nas árvores das praças de Salvador e em diversas instituições, com homenagem a Castro Alves e Gregório de Mattos – 14/03 a 07/05/16.

Produção Literária

A menininha azul

Publicações

  • Labirinto Circular / Isso Tudo É Muito Raro (Cogito Editora), 2016 - livro duplo de contos;
  • Escritores perguntam, escritores respondem– organizador junto com Ivan de Almeida (Cogito Editora), 2016;
  • Cogito Antologia Poética Vol. II (Cogito Editora), 2015 – poesia;
  • Solilóquio (Cogito Editora), 2015 – crônicas;
  • RedruM - Contos de Crime e Morte (Caligo Editora), 2014 – conto;
  • Mundo Antologia Poética Vol. 2 (Cogito Editora), 2014 – poesia;
  • Participação na antologia 7 Pecados Capitais (Pimenta Malagueta), 2013– conto;
  • O Sincronicídio: Sexo, Morte e Revelações Transcendentais (Caligo Editora), 2013 – romance;
  • MANIFESTO - Mensageiros do Vento, em parceria com Fabrício Barretto, 2012 – literatura/filosofia;
  • Idealizador e facilitador da Oficina de Meditação para Crianças, projeto transformado em livro.

Contato

fabioshiva@gmail.com