Cristiano Sousa

Foto: Eliezer Produções

Bio

Cristiano Sousa é Soteropolitano. Estudou nas instituições: Colégio Luis Eduardo Magalhães, no Beiru, e Central, em Nazaré. Apesar de ter contato com a literatura na escola, onde escrevia poesias e letras de musicas, tomou gosto por escrever textos longos quando foi adquirindo e lendo os livros clássicos que saíam todos os domingos em uma promoção realizada pelo próprio jornal que vendia, andando pelas ruas da Pituba e Amaralina. Essas experiências de trabalho e leitura tiveram grande impacto na elaboração de seu primeiro romance, O Jornaleiro, em 1999. Mas a decepção de não conseguir publicar esse livro, por falta de verbas, ser enganado e lesado por alguns editores, o levou a desistir de escrever por quase dez anos, deixando para traz alguns manuscritos incompletos. Em 2010 voltou a escrever, e dessa vez, peças teatrais, pois neste ano sua filha e sobrinha começaram a fazer teatro na BIML. Apenas em 2011, quando comprou seu primeiro computador, conseguiu publicar suas obras, depois de descobrir sites de autopublicação. Também em 2011 conheceu o Projeto fala Escritor, o qual participa constantemente e divulga suas obras. Depois vieram o Sarau da Onça, CEPA, dentre outros. Em 2015, junto com amigos, criou o Grupo Poético GB, que atua dando oficinas nas escolas, realizando saraus e apresentações em praças, participando de projetos como o Boca de Brasa, e deixando sua marca por onde passa.

Produção Literária

Nuvem Passada

Eu não queria acreditar

Que aqueles tempos me fazem lembrar

Foram tantas ilusões

Foram tantos ideais

Mas o tempo foi passando e quase nada vale mais

Eu não consigo entender

Porque tem que ser assim

Vou procurar o valor que está escondido em mim

Minhas ilusões vão aumentando

Os meus ideais vou conquistando

Mas quase tudo que eu fiz foi com razão

Num dia de verão

Olhe para o céu

Para o mar de estrelas

E só lá você vai ver

Olhe para o céu

Para o mar e as estrelas

Que verá eu e você

O seu sorriso me enfeitiçou

Como uma nuvem que já passou

Sua presença nessa imensidão

É como o sol que se abre nessa estação

Queria tanto saber o que fiz

Mas sempre me orgulhar do que vivi

Não sei se a solidão está tomando o meu coração

Mas ele é garotão e pode suportar toda essa pressão

Olhei para o espelho e ele me disse: vá em frente meu rapaz

Pois como você

Eu me amo demais

Mas quase tudo que eu fiz não me arrependo

Num dia de verão

Conquistarei um coração

Publicações

  • Um novo começo (Publicação independente), 2016 – religioso;
  • Participa do Dicionário de Escritores Contemporâneos da Bahia, 2015 - biografia;
  • Deficientes (Cogito Antologia Poética), 2015;
  • Nem Te Contos! (Editora Artpoesia), 2015 – contos;
  • Maníacos On-Line (Editora Agilite), 2015 – romance;
  • Atenção sem Inspiração (Confraria CAPPAZ), 2014 - antologia;
  • Filhos do Acaso (Editora NAVRAS), 2014 – romance;
  • Queremos Paz para buscar a Paz; Estão Por fora; em: O Diferencial da Favela, 2014 - antologia;
  • Vida de Cão; em: Patas, pelos e penas - histórias do fiel amigo, 2014 - antologia;
  • Rosas Tenras (Editora Virtual Books), 2013 – poesia;
  • Natal no Condomínio (Confraria CAPPAZ), 2013 – antologia;
  • Toque de Recolher; em: Antologia Poetas Brasileiros Contemporâneos, 2013;
  • Queremos Paz para buscar a Paz (Academia de Letras e Artes de Fortaleza), 2013- antologia;
  • Queremos Paz para buscar a Paz; em: Antologia Fala escritor, 2012;
  • A Nação da Paz (Confraria CAPPAZ), 2012 - antologia;
  • Oasis – A última visão; em: Antologia República dos Autores, 2012;
  • Melissa (Publicação independente), 2012 – romance;
  • O Jornaleiro (Publicação Independente), 2011 – romance;
  • Uma Alma em Busca da Paz (Confraria CAPPAZ), 2011 - antologia;
  • Entre Osmar e Benedita (Editora Òmnira), 2011 – antologia.

Contato

cristianofs@live.com